Expansão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia no Noroeste Fluminense: um debate entre política pública e os desafios do mundo do trabalho

Autores

  • Mateus Fernandes Verdan
  • Ludmila Gonçalves da Matta
  • Valdir Júnio dos Santos

Palavras-chave:

Institutos Federais, mundo do trabalho, políticas públicas, noroeste fluminense, incrementalismo

Resumo

O presente artigo buscou analisar o papel da expansão do Instituto Federal Fluminense de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) na Mesorregião Noroeste Fluminense à luz dos desafios da formação profissional e dos impactos da expansão de campi no desenvolvimento territorial de quatro município: Bom Jesus do Itabapoana, Cambuci, Itaperuna e Santo Antônio de Pádua. Tal recorte espacial, no entanto, não impediu uma leitura global da política pública envolvida, visto que o presente trabalho se pautou por avaliar o papel dos Institutos Federais enquanto formadores de mão de obra especializada dentro de um panorama de qualificação para o mundo do trabalho no contexto brasileiro. A metodologia empregada foi a pesquisa qualitativa a partir de literatura específica, marcos legais, dados censitários e socioeconômicos. A tipologia de política pública adotada foi o incrementalismo, uma vez que a criação e expansão do IFFluminense deu-se pela transformação e/ou absorção de instituições educativas já existentes na Região Norte e Noroeste Fluminense. Os resultados da pesquisa apontam que, devido à pouca contribuição do Brasil no desenvolvimento de tecnologias de ponta e servidores de alta especialização, a presença do IFFluminense no Noroeste Fluminense tem atuado mediante o reforço de atividades produtivas já existentes na região, sem, no entanto, contribuir para a diversificação da economia local.

Downloads

Publicado

2023-05-03