ANÁLISE DOS IMPACTOS DA CRISE DO PETRÓLEO DE 2014 NO EMPREGO, NA RENDA E NA EDUCAÇÃO SUPERIOR EM MUNICÍPIOS DE ALTAS RENDAS PETROLÍFERAS DO NORTE FLUMINENSE

Autores

  • Francielli Golveia Universidade Candido Mendes
  • Ludmila Gonçalves da Matta Universidade Candido Mendes https://orcid.org/0000-0002-1548-0671
  • Romeu Neto
  • Fabio Freitas Silva Universidade Candido Mendes

DOI:

https://doi.org/10.36398/bprr.v22i74.155

Palavras-chave:

Crise de 2014; Royalties; Participações Especiais; Empregos Formais e Ensino Superior.

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar os impactos da crise do petróleo de 2014 no emprego, na renda e na educação superior em dois municípios do Norte Fluminense reconhecidos pelas altas rendas provenientes da produção de petróleo e recebimento de royalties: Campos dos Goytacazes e Macaé. A análise foi realizada a partir de levantamento biográfico e de indicadores econômicos,  sociais e educacionais.  A análise nos mostra impactos negativos nos recebimentos de royalties e participações especiais e nos números  e qualidade dos empregos formais em ambos os municípios durante o período analisado. Apesar dos impactos negativos observados nos indicadores econômicos, constatou-se um aumento no número de matrículas nos cursos de ensino superior em ambos os municípios na modalidade EAD, sendo observado de forma mais expressiva na rede privada ao mesmo tempo que houve uma diminuição no número de matrículas na modalidade presencial tanto nos municípios analisados, quanto em termos de Brasil.   Essa análise indica a ocorrência da migração do ensino presencial para a modalidade EAD. Este fenômeno nos desperta para novas pesquisas na área em trabalhos futuros, para que se possa entender melhor essa transição e seus impactos.

Biografia do Autor

Francielli Golveia, Universidade Candido Mendes

Graduação em Administração pela Universidade de Cuiabá (2011). MBA Executivo em Logistica ( 2013) MBA Executivo em Gestão de Marketing ( 2013) Mestrado em Planejamento Regional e Gestão da Cidade ( Em Andamento)

Ludmila Gonçalves da Matta, Universidade Candido Mendes

Possui graduação em Ciências Sociais pela UENF (2002) e Serviço Social pela UNOPAR (2010). Mestre em Políticas Sociais pela UFF (2005) e Doutora em Sociologia Política pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (2012). Desde 2013 é professora da Universidade Candido Mendes (UCAM) atuando nos cursos de graduação como professora e também coordenadora do curso de Serviço Social. Faz parte do corpo docente do Mestrado e Doutorado em Planejamento Regional e Gestão da Cidade da UCAM. Tem experiência na área de políticas públicas com ênfase em educação, atuando principalmente nos seguintes temas: política de cotas, desenvolvimento e educação, dinâmica regional e participação social na elaboração de políticas públicas.Atualmente exerce o cardo de Diretora Geral de Relações Institucionais na Secretaria Municipal de Educação Ciência e Tecnologia de Campos dos Goytacazes.

Romeu Neto

possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará (1990), mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Federal Fluminense (1993), especialização em Desenvolvimento Local pela Organização Internacional do Trabalho OIT-Turim (2001), doutorado em Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC Rio (2002), Estágio Pós Doutoral na Universidad Pontificia de Salamanca - Espanha (2006), Pós-Doutorado em Economia Industrial pelo Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008) e Pós Doutorado na Linha de Pesquisa Estado e Política Pública no Programa de Políticas Públicas e Formação Humana PPFH UERJ (2015). Atualmente é Professor Titular do IFF - Instituto Federal Fluminense junto ao PPEA - Programa de Pós Graduação em Engenharia Ambiental e ao Mestrado em Sistemas Aplicados à Engenharia e Gestão (SAEG), e é coordenador do curso de Engenharia Civil do Instituto Tecnológico das Ciências Sociais Aplicadas e da Saúde (ISECENSA). Foi bolsista CNPq SEBRAE do Projeto ALI (Agentes Locais de Inovação) de extensionismo de apoio ao desenvolvimento local por meio da inovação no período 2021-2022 e atualmente (2022-2023) é Bolsista do SEBRAE no mesmo Programa. Foi Superintendente Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação do Município de Campos dos Goytacazes - RJ de 2017 a 2020. Tem experiência na área de Engenharia Civil e de Produção, com ênfase em Planejamento, Projeto e Controle de Sistemas de Produção e Desenvolvimento Econômico Local e Sustentabilidade, atuando principalmente nos seguintes temas: planejamento estratégico, pequenas empresas, cadeia produtiva e competitividade.

Fabio Freitas Silva, Universidade Candido Mendes

Doutor em Planejamento Regional e Gestão da Cidade, Graduação e Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Candido Mendes. Habilidades na área de geoprocessamento, estatística, ciência de dados e desenvolvimento web. Atualmente é Consultor de Apoio Acadêmico e Tecnológico no Laboratório de Engenharia de Software da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, atuando na área de ciência de dados

Downloads

Publicado

2024-02-17 — Atualizado em 2024-02-26

Versões