RIO DE JANEIRO E PETRODEPENDÊNCIA: MALDIÇÃO OU OPORTUNIDADE DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36398/bprr.v22i74.160

Palavras-chave:

maldição de recursos naturais, indústria de petróleo e gás;, instituições, desenvolvimento econômico regional, Estado do Rio de Janeiro

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar o arcabouço institucional-regulatório a direcionado à indústria de petróleo e gás natural fluminense a partir de 2016 e suas contribuições ao desenvolvimento econômico regional a partir da literatura da maldição de recursos naturais. Trata-se de uma pesquisa aplicada e descritiva baseada na utilização de técnicas de documentação indireta como a pesquisa bibliográfica e documental. Os resultados obtidos mostram que a atração de investimentos para o Estado do Rio de Janeiro (ERJ) tendo em vista o aumento dos níveis de produção, emprego e renda vem apresentando resultados limitados, ratificando o padrão de especialização em recursos naturais fluminense como um enclave e reforçando a tese da maldição de recursos naturais. Em que pesem os contornos recentes sugerirem maior preocupação dos poderes executivo e legislativo em configurar uma nova trajetória de oportunidades econômicas, a conclusão é de que a articulação entre políticas nacionais e regionais é necessária, de modo a estimular o comportamento cooperativo dos agentes econômicos em uma perspectiva de longo prazo, evitando aqueles de natureza rentista com viés de curto prazo que tornam a população refém da maldição.

Downloads

Publicado

2024-02-17